top of page
site-sma.png

MUSEU DA CULTURA AFRO CELEBRA SANTOS PRETOS NAS FESTAS JUNINAS



Foto: Jamile Coelho/Divulgação


Oratório de Santo Antônio acontece nesta terça (13) no Muncab, no Centro Histórico


O Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira, no Centro Histórico, promove nesta terça (13), a partir das 17h, a sétima edição do Oratório de Santo Antônio.


A celebração reúne programação religiosa e festiva, para homenagear o santo casamenteiro e protetor dos pobres português, mas também reverencia, pela primeira vez, os santos cristãos negros, representados por Santo Antônio de Categeró.

O Muncab tem como objetivo fazer o resgate histórico e valorizar a presença das culturas africana e indígena nas tradições cristãs que se estabeleceram no Brasil. E tirar da invisibilidade as santidades negras da fé católica, que se dedicaram para garantir o direito dos mais pobres ao alimento.


“Antônio de Categeró é uma figura emblemática da luta social. Foi escravizado e depois se dedicou a ajudar os mais necessitados na Europa. Cultuá-lo é também um pacto contra o esquecimento: quantos de nós conhecemos os santos católicos pretos? ”, reflete Cintia Maria, presidente do Muncab.

A programação vai contar com recital ecumênico do Coral de Oratório de Santo Antônio, regido pelo maestro e compositor baiano Keiler Rêgo. Haverá também uma rifa beneficente para arrecadar fundos para o projeto social Erês do Muncab, que promove atividades educativas entre o público infantojuvenil.


Completam a programação a Quermesse, com a venda de munguzá e mingau de milho verde, dobradinha, maniçoba e sarapatel. O encerramento fica por conta do show de forró pé de serra do sanfoneiro baiano Zelito Bezerra e o samba junino do cantor Marinho Santana. Muncab (Rua das Vassouras, 25, Centro Histórico). Hoje, 17h. Ingressos: R$ 25, à venda no Sympla e no local.


Comentarios


bottom of page