top of page
site-sma.png

SETUR-BA PROMOVE ESTRADA DO CHOCOLATE NO FESTIVAL DE INVERNO EM VITÓRIA DA CONQUISTA




Participantes do Festival de Inverno Bahia, realizado em Vitória da Conquista até este domingo (27), podem conhecer as experiências proporcionadas pela Estrada do Chocolate, no sul da Bahia. A Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) montou um estande temático no evento, com degustação e comercialização de produtos derivados do cacau, para divulgar o roteiro localizado entre as cidades de Ilhéus e Uruçuca, que inclui fazendas e fábricas, onde os visitantes podem acompanhar desde o plantio da fruta até a sua transformação em chocolate.


“É uma excelente oportunidade que a Setur-BA está nos dando no sentido de mostrar o que a gente faz de melhor. Aqui estamos agregando valor ao nosso produto e viabilizando o turismo nas nossas fazendas. O público tem se mostrado surpreso com a qualidade do chocolate feito na Bahia”, disse Patrícia Lima, produtora de chocolate e proprietária de uma fazenda na Costa do Cacau.

“Achei interessante essa oportunidade de apresentar a cultura regional a nós, turistas. Já estive em Itacaré e Uruçuca, onde visitei uma fazenda de cacau e aprendi sobre a produção do chocolate. Uma experiência incrível!”, contou o contador mineiro Gabriel Marçal.

Movimentação – Cerca de 60 mil pessoas participam do Festival de Inverno Bahia, durante os três dias de programação. Segundo a organização do evento, a movimentação econômica gerada pelo público em Vitória da Conquista, na zona turística Caminhos do Sudoeste, é de mais de R$ 120 milhões. De acordo com dados da Socicam, empresa que administra o aeroporto da cidade, 6,2 mil passageiros utilizam o equipamento no período do festival, entre embarques e desembarques nos voos regulares das companhias aéreas Azul, LATAM e GOL, para Salvador (BA), Confins (MG) e Guarulhos (SP).


“A demanda aumentou bastante. Os turistas têm procurado informações sobre o evento, hospedagem e acesso ao Parque de Exposições. Temos fornecido também roteiros para que eles tenham uma boa experiência. Temos praças, restaurantes, museus, planetário e umas das vistas de pôr do sol mais bonitas da Bahia”, pontuou Laura Avelino, funcionária do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT), mantido pela Setur-BA no aeroporto Glauber Rocha, inaugurado pelo Governo da Bahia em 2019.

Os reflexos da movimentação também são vistos na rede hoteleira, bares e restaurantes.


“É o principal evento para a hotelaria. Temos 95 leitos, todos ocupados. As reservas foram liberadas em abril e dois meses depois já não tínhamos mais vaga”, disse Léo Marcos Daltro, gerente do hotel Ibis.

Para Pedro Pereira, empresário da área de bares e restaurantes, o setor apresenta aumento de até 40% no fluxo de clientes, em comparação com outros finais de semana:


“Com o Festival de Inverno, temos um crescimento muito grande na procura pelo nosso estabelecimento. Registramos movimento maior que no ano passado”.

Comments


bottom of page