top of page
site-sma.png

REVOLTA DOS MALÊS: MOVIMENTO EMANCIPATÓRIO COMPLETA 188 ANOS


Reprodução/Internet


Entender a história é fundamental para não repetir os erros do passado e celebrar as conquistas que, de certa forma, mudaram a trajetória do que conhecemos hoje.


Momento marcante para o povo baiano, a Revolta dos Malês foi um movimento liderado por escravos de religião islâmica, no dia 25 de janeiro de 1835, com o objetivo da garantia de direitos, como a liberdade de culto, e o fim de assassinatos e repressões contra os povos africanos.

Completando 188 anos hoje (25), o levante histórico agora está disponível para visitação do público no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), vinculado a Fundação Pedro Calmon (FPC).


Custodiado no fundo documental Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, o grupo Insurreição de Escravos, composto por duas séries “Revoltas Escravas” e “Revolta dos Malês” reúne processos produzidos e acumulados entre os anos de 1821 e 1847.


Acesso à história


De acordo com a diretora do APEB, Maria Teresa Matos, oportunizar o acesso aos materiais históricos da unidade é uma alternativa que fortalece a cidadania.


“A iniciativa visa favorecer o acesso democrático ao acervo do APEB, contribuindo para a inclusão digital de indivíduos que ainda não utilizam a internet ou mesmo um computador. Assim permanecendo afastados de exercer o direito à memória, a cultura e a cidadania”, explica.

A reprodução digital dos documentos, bem como as referidas descrições de acordo com a NOBRADE, encontram-se disponibilizadas online para acesso no AtoM (www.atom.fpc.ba.gov.br), no site da FPC (www.fpc.ba.gov.br).



Espaço de consulta


Para consultar estes documentos produzidos no momento histórico entre outros, o APEB abre nesta quarta, o Espaço de pré-atendimento presencial para os documentos custodiados. Os interessados podem realizar agendamento de segunda a sexta-feira, das 9h30 as 16h30, na sede da unidade. As solicitações devem ser enviadas ao e-mail: caad.apeb@fpc.ba.gov.br.


Outra alternativa para consultar os documentos da série é através do endereço AtoM (www.atom.fpc.ba.gov.br). Para acessar o conteúdo, é só clicar em “Instituição Arquivística”, do lado esquerdo da tela > Clicar em “APEB” > Identificar o fundo “Tribunal de Justiça do Estado da Bahia” > Clicar no Grupo “Insurreição de Escravos” > Clicar na Série “Revolta dos Malês” > Navegar nos dossiês/processos.




留言


bottom of page