PRIMEIRO CLIPE GRAVADO NA CIDADE DA MÚSICA JÁ ESTÁ NO AR; ASSISTA


Foto: Reprodução

Com mais de 36 mil visitantes em quatro meses de inaugurado, a Cidade da Música da Bahia, no Comércio, foi palco do clipe musical "Na Bahia Aiá", composição de Durval Lelys e Ubajara Carvalho, agora interpretada por Adelmo Casé e Melly. Esta é a primeira gravação feita no equipamento e que já pode ser conferido nas redes sociais e no canal do YouTube do Visit Salvador da Bahia (www.youtube.com/watch?v=3XCT-qC-a9s).


A música, que foi sucesso em 1988 com a banda Asa de Águia, ganhou uma nova sonoridade nas vozes de Adelmo Casé, um artista completo e multitalentoso, que já é consagrado na cidade, e de Melly, novo nome da música baiana, que muito bem representa essa nova safra, primeiro talento lançado pela Cidade da Música da Bahia.

O clipe é recheado de belas imagens de Salvador e proporciona um passeio visual aos moradores e visitantes, sendo um convite a conhecer a cidade e o equipamento cultural.


Estrutura - A Cidade da Música da Bahia possui 1.914,76 m² de área construída e quatro pavimentos. É um museu cuja imersão dos visitantes é proporcionada através da mais moderna tecnologia utilizada atualmente. A experiência contempla, dentre outros ambientes, uma biblioteca, midiateca, centro de pesquisa, café, loja, recursos audiovisuais diversos, maquete interativa, telas de projeção, estações de consulta, estúdio para gravação de depoimentos, cabines de vídeos e cenograf

Mas, para além do passeio histórico-musical, o museu se propõe, através das salas de percussão, estúdio e sala de mixagem, a ser uma fábrica de talentos. No terceiro andar, possui uma sala especial de demonstração de um set de percussão. Por lá, as pessoas sentam em volta da mesa central e um monitor do espaço cultural faz uma aula-show. Esse mesmo ambiente é um estúdio de gravação que acolhe artistas, inclusive novos talentos.


Este espaço é projetado de forma a se obter as propriedades acústicas desejadas. É um estúdio profissional completo, com difusão sonora, baixo nível de reflexões e reverberação adequada. A sala onde acontecem as aulas-show para visitantes também pode ser usada pelos artistas que forem produzir ali, assim como a sala de controle, cabine de isolamento e todos os equipamentos de gravação e manipulação do som. Instrumentistas, vocalistas, produtores musicais e toda a cadeia produtiva da música podem ter a estrutura da Cidade da Música da Bahia como aliada.


Agendamento – A Cidade da Música da Bahia está com agendamento aberto para visitação de terça-feira a domingo, de 10h às 18h, com entrada até as 17h, através do cidadedamusicadabahia.com.br . Todo o acervo do museu é 100% audiovisual, com curadorias de Antonio Risério e Gringo Cardia.


A entrada custa R$20 a inteira, com estudantes, idosos (60 anos ou mais) e residentes em Salvador podendo pagar meia entrada mediante comprovação. A gratuidade é aplicada para crianças até 6 anos e pessoas com deficiência. O acesso ao local será permitido mediante apresentação do comprovante de vacinação para pessoas com idade acima de 17 anos.

0 visualização0 comentário