top of page

PREFEITURA ANUNCIA 45 DIAS DE ATIVIDADES PARA CELEBRAR SÃO JOÃO E 200 ANOS DO 2 DE JULHO


Fotos: Valter Pontes/ Secom

A Prefeitura de Salvador anunciou nesta segunda-feira (22) uma programação extensa de atividades para celebrar o São João e a Independência do Brasil na Bahia, que em 2023 completa 200 anos.


Serão 45 dias de atividades artísticas e culturais na capital baiana para comemorar as duas datas, com ações que chegam a diversas regiões da cidade, principalmente o Centro Histórico.

O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado pelo secretário de Cultura e Turismo, Pedro Tourinho, e pelos presidentes da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, e da Saltur, Isaac Edington, em evento realizado no Teatro Gregório de Mattos, na praça Castro Alves, com a participação de grupos culturais de Salvador, além de diversas autoridades municipais. A programação começa já no dia 1º de junho e se estende até meados de julho.


"Esse ano do bicentenário, 200 anos da Independência do Brasil na Bahia, nós estamos fazendo uma programação intensa. São 45 dias de muitas ativações, de muitas ações, em especial aqui no Distrito do Centro Histórico para fortalecer a presença da Prefeitura e convidar os cidadãos soteropolitanos e milhares de visitantes que virão da Bahia e do Brasil", afirmou o prefeito.


Segundo ele, esta é a maior programação da história para o período, que valoriza o São João tradicional e cultural. Bruno Reis anunciou que, no dia 25 de junho, haverá um grande evento no Dique do Tororó com a presença de diversos grupos do Samba Junino que se apresentam em diversos bairros da capital baiana, a exemplo do Engenho Velho de Brotas, Liberdade, Tororó e Garcia.


Na programação dos festejos juninos, serão 25 dias de atividades, com 330 ações em 142 pontos públicos e privados, com a participação de 120 estabelecimentos comerciais. A expectativa de público é de 400 mil pessoas.

Já para o 2 de Julho, a programação começa no dia 29 de junho e vai até o dia 14 do mês seguinte e terá como tema "Salve nossa terra, Salve o Caboclo". Entre as atividades estão apresentações culturais, ações em escolas e a volta do concurso de fachadas ao longo do percurso do desfile cívico.


A programação será iniciada no dia 29 de junho com a estreia do espetáculo "A Resistência Cabocla", com o Bando de Teatro Olodum e terá a participação de Érico Brás e da Banda Olodum, direção coreográfica de Zebrinha e direção musical de Jarbas Bittencourt, no Palco do Campo Grande.


No dia 2 de julho, será realizado, na Praça Municipal, o show especial Sambaqui, em homenagem aos 200 anos de Independência, com a banda BayanaSystem, que terá entre os convidados Lazzo Matumbi, Raquel Reis, Vandal, Caboclos de Itaparica, Afrosinfônica, Liz Reis, Cláudia Manzo e Elivan Conceição.

Entre as ações previstas estão ainda a entrega do novo Largo da Lapinha e do Memorial 2 de Julho, espaço que ficará aberto o ano todo, com os Caboclos em exposição, assim como trechos da história registrados e disponíveis para os visitantes acessarem. Além disso, será entregue o monumento em homenagem a Maria Felipa, feito pela artista Nádia Taquary, na praça Visconde de Cairu, Comércio.

1 visualização0 comentário
bottom of page