top of page
site-sma.png

PEDRO PONDÉ FAZ PRIMEIRO SHOW DO ANO NESTE SÁBADO (21) NO ESPAÇO COLABORAÊ


Foto: Divulgação



Embalado pelo sucesso da canção Simples Assim, que ultrapassou 105 mil compartilhamentos em reels do Instagram, artista vai comemorar entrada em 2023 com repertório de autorais


Quase dois anos depois do lançamento do álbum “Simples Assim” (Março 2021), o cantor, compositor e ator baiano Pedro Pondé comemora o susto bom de ver a faixa que dá nome ao disco ultrapassar 111 mil compartilhamentos nos Reels do Instagram e alcançar 600 mil execuções no Spotify. A viralização trouxe mais de 5 mil novos seguidores para as redes sociais do artista e, nesse embalo de boas surpresas, ele fechou 2022 lançando o EP “Bônus Live” com versões de sucessos da carreira.


A comemoração pelas boas novas junto ao seu público será no próximo sábado (21), 21h, no Espaço Colaboraê (Rio Vermelho). Ingressos à venda na hora: R$ 40 (para nomes na lista amiga) e R$ 50.

Esse será o primeiro show de Pondé em 2023, ano que ele entrou sob as energias auspiciosas de 2022.


“Mesmo com todos os percalços, foi um ano fértil, de reencontro. O sopro de vida que queria trazer ao invocar lembranças de dias melhores foi o que vi durante os shows e encontros com o público em 2022. O convite para a gente perceber a riqueza das coisas simples e querer ser feliz percebendo o outro, fazendo o outro feliz, segue sendo feito e aceito por todos”, celebra o artista.

O fato de o show ser no Rio Vermelho reforça o sentimento de estar entrando no ano novo com o pé direito.


“Tenho um carinho imenso pelo Rio Vermelho, porque foi o bairro onde eu fiz as minhas primeiras apresentações e onde comecei minha carreira, e vai ser o meu primeiro show no Calaboraê, um espaço que eu acho superbacana e aconchegante da nossa queridíssima Ju Moraes”.

O show terá participação do cantor e compositor Orí, que vem despontando na cena musical baiana.


O clima de esperança promete ser a tônica da apresentação.


“Passamos quatro anos muito difíceis e ainda estamos comemorando o início, não só desse ano, mas de um novo tempo de fato, percebo uma alegria geral das pessoas, estamos nesse clima”.

Foto: Divulgação

Como em todos os shows de Pedro Pondé, um público fiel está sendo esperado para cantar o repertório autoral do artista, em especial, nesse momento, a música Simples Assim, que dá nome ao álbum que foi lançado via financiamento coletivo.


“O público é muito responsável por cada conquista minha, e eu estou muito feliz de ver a música Simples Assim se propagando tanto e de forma super espontânea, sem nenhum investimento, aparecendo em perfis de artistas globais, em perfis de cidades como o Rio de Janeiro, com mais de 110 mil Reels no Instagram, ultrapassando nomes de destaque nacional. É uma canção cartão postal, ligada à memória afetiva de um lugar preferido, tem muita gente se identificando, a música está se espalhando e isso é uma grande alegria”, comemora.


EP Bônus Live – A poesia e a força das canções de Pedro Pondé ganham ainda mais potência ao vivo, em performances marcantes. É assim há mais de 20 anos, seja em grandes plateias ou espaços intimistas, como palcos de teatro. E é tudo isso que está no EP “Bônus Live” que o músico lançou no dia 30 de dezembro, gravado em maio de 2021, durante a gravação da Live “Simples Assim” na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, fechando um ano de recomeços para o artista, a sociedade e a cultura do país e que chega a todas as plataformas digitais pelo Selo Digital Ruffo.


A apresentação que gerou o disco contou com repertório do álbum “Simples Assim” e outras faixas autorais, além de sucessos da extensa carreira à frente de bandas como Scambo e O Círculo.

Em cinco faixas, “Bônus Live” mostra um artista quase que numa extensão entre palco e plateia, maduro e ao mesmo tempo solar, livre de amarras e rótulos, seguindo o clima de “Simples Assim”, e que reflete bem a nova fase do cantor.


O novo trabalho traz releituras de “Depois de Ver” e “Janela” (Pedro Pondé e Daniel Ragoni), composições da época da banda O Círculo, além de “Pausa”, “Vejam Vocês” e “Ao Mar”, mais recentes, mas também autorais. Nessas versões, Pedro revisita sua trajetória olhando para trás com os olhos do agora. “Pausa” e “Ao Mar” foram gravadas antes no “EP Licença”, primeiro trabalho em carreira solo. Já “Vejam Vocês” foi lançada como single e com videoclipe em 2018 e reflete o momento político que se estabelecia naquele momento no País.


Todas as canções são executadas ao vivo pelos músicos Ângelo Canja (guitarra), Tati Trad (baixo), Ricardo Flocos (bateria e backing vocal) e Pedro Fonseca (teclados).

SERVIÇO:


Pedro Pondé no Colaboraê


Participação: Orí (ori.oficial)

Local: Espaço Colaboraê @colaborae – R. Borges dos Reis, 81 – Rio Vermelho, Salvador – BA, 41950-600

Dia: 21 de janeiro

Horário: 21h

Ingressos: R$ 50 e R$ 40 (com nome na Lista Amiga)

bottom of page