NOVA ESTRUTURA NÁUTICA MARCA HISTÓRIA DA BAÍA DE TODOS-OS-SANTOS




No dia da celebração dos 521 anos de batismo da Baía de Todo-os-Santos, nesta terça-feira (1º), a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) contabiliza a entrega de duas modernas bases náuticas, em Itaparica e Cachoeira, e mais nove terminais para embarcações praticamente prontos, que mudaram o cenário na região. As obras estruturantes estão associadas a ações socioambientais e culturais e representam um marco na história da baía.


"Nunca houve tantas intervenções como agora. São 11 equipamentos náuticos para concessão à iniciativa privada e a restauração de um museu, além de parcerias com entidades ambientais, gestão de resíduos sólidos e capacitação turística para jovens em situação de risco social. Esse conjunto reflete a preocupação do Governo do Estado em realizar obras de qualidade, com inclusão e sustentabilidade", destaca o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar.

A transformação é resultado do programa de fomento ao turismo (Prodetur), onde estão sendo investidos mais de R$ 370 milhões, financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com a contrapartida do governo baiano.


O programa contempla ainda os seguintes pontos atrativos da porção de mar que avança para o continente: Solar do Unhão, Penha, Ilha de Maré, Salinas da Margarida, Ilha de Bom Jesus dos Passos, Cacha Pregos, Caboto, Mutá e Jaguaripe.

O processo de concessão para a gestão das quatro primeiras bases náuticas, por 20 anos, já tramita na Setur-BA. O edital com as informações técnicas está disponível no site www.turismo.ba.gov.br. A licitação será realizada no dia 1° de dezembro.


O momento favorável ao segmento também é responsável pela realização de grandes eventos no estado, com o apoio da Setur-BA. Este ano, Salvador sediou a 1ª Feira Barco Show Norte-Nordeste e o 1° Congresso Náutico da Bahia. Nesta semana, o 17° Campeonato Brasileiro de Vela HPE 25 acontece nas águas da Baía de Todos-os-Santos, pela primeira vez.

1 visualização0 comentário