top of page

"MUSAS" OCUPARÁ A SALA 3 DO MAM A PARTIR DO DIA 20 DE JANEIRO; A AÇÃO INTEGRA O PROGRAMA DE RESIDÊNC




O MUSAS é um movimento cultural de arte de rua, que ocupa a comunidade do solar do unhão, e ocupará a partir do dia 20 de janeiro a sala 3 do MAM.


A residência será espelho das ações já praticadas pelo coletivo nesses mais de 10 anos de vivência em comunidades da cidade. O público pode esperar muita movimentação dos grafiteiros com seus sprays através de pinturas live paint, bate papos, projeções de filmes e claro diversas formas de passar o conhecimento por meio de oficinas e palestras.


Para o MUSAS, que é adepto a outro tipo de museu que nasce e cresce na rua, como o graffiti, será um encontro com a historia da arte e possíveis desdobramentos nesse sentido.

No dia 20 de janeiro, às 15h, na sala 3 do MAM em Salvador, acontecerá o primeiro evento da residência. Será uma pequena exposição dos trabalhos de graffiti e também escultóricos do coletivo, além de um mural histórico do coletivo.


O evento é gratuito, pedimos que levem a doação de um kilo de alimento não perecível, que será dado para uma das instituições que o musas dialoga.

O MUSAS, que é a sigla para Museu de Street Art de Salvador, é um movimento de arte e cultura com o eixo central na ocupação artística e tem a Comunidade do Solar do Unhão como lugar escolhido para esse movimento nascer e se desenvolver, reunindo pessoas de áreas “pluridisciplinares” para interagirem com a cultura através das artes visuais, música, consciência ambiental, reciclagem, moda e turismo cultural.


Movimentando a comunidade e integrando-se com os moradores através de diversas atividades.

História idealizada pelos artistas do coletivo de grafite Nova 10Ordem, o Museu de Street Art nasceu de maneira espontânea, fruto de mutirões itinerantes realizados por mais de 10 anos em diversas comunidades de Salvador. Contudo, fazer mutirão deixou de ser suficiente: quando surgiu a necessidade de fincar lugar e dar um nome àquilo que se estava realizando, aportaram na Comunidade Solar do Unhão.


A partir daí, com idas constantes à comunidade, os artistas pediram a autorização dos moradores para pintar as ruas e os muros do local. Uma coisa levou à outra, e eles acabaram alugando uma casa na região.


A princípio a casa servia apenas como espaço para guardar materiais e fazer refeições. Com o tempo, percebemos o potencial daquele lugar, e a casa se transformou também num espaço para exposições, criando um local que pudesse contemplar artistas que não têm a chance de expor seus trabalhos em uma galeria paga.

Contudo, como grande parte de nossa arte é feita a céu aberto, depois de dois anos com essa casa e diversas exposições, onde o MUSAS acabou sendo objeto de estudo pelas faculdades e de vários tccs, fizemos uma campanha para comprar a casa. Infelizmente não conseguimos o valor necessário e tivemos que devolver o imóvel.


Como protesto, pintamos a casa de cinza e declaramos uma derrota pública.

Seguimos com todo o conteúdo que tínhamos experimentado para o que chamamos de "MUSAS polém", e assim levamos para inúmeras comunidades da cidade esse fomento cultural, e esse modelo de MUSEU a céu aberto. A história e os fantasmas do tempo são irretocáveis, e assim sendo seguimos escrevendo nos muros a nossa própria versão de ver a arte.

O quê: Residência artística MUSAS no MAM

Data: 20 de janeiro.

Horário: 16h:00

1 visualização0 comentário
bottom of page