MARCHA DO EMPODERAMENTO CRESPO CONVOCA POPULAÇÃO DE SALVADOR PARA SUA 6ª EDIÇÃO


Crédito: Wendell Wagner


Salvador receberá a sexta edição da Marcha do Empoderamento Crespo no próximo sábado, 29 de outubro, na praça do Campo Grande, a partir das 14h. O evento, que normalmente acontece em novembro por conta do Dia da Consciência Negra, foi antecipado neste ano para a véspera do segundo turno das eleições, que ocorrem no próximo domingo, 30.


O objetivo, segundo a co-fundadora e presidenta da Marcha, a antropóloga Naira Gomes, é promover um debate com a juventude negra soteropolitana sobre os desafios políticos do país.


“Arrastamos milhares de jovens negros em Marcha e em formações políticas. Falamos de afeto, de sonhos e de esperança. Alertamos para a importância da política e do conhecimento. Os convencemos que não há saída individual, somente estratégica e coletiva. Neste momento, é hora de convocar para um debate largo e bonito, do jeito que a Marcha tem tradição de fazer”, afirma Naira.

Segundo ela, haverá diversos tipos de atividades para o público e manifestações artísticas, como poesia, rima, dança e música. Atrações ainda serão confirmadas e divulgadas ao longo da semana nas redes sociais do evento (@marchadoempoderamento). A expectativa é de que compareçam 5 mil pessoas.


“Haverá espaço para os corpos serem livre e inteiros, para os cabelos serem altos e coloridos, para as diversas e infinitas formas de chegar ao sagrado e para afiar nossas estratégias de trazer justiça e direitos às realidades de cada pessoa deste país”, completa a antropóloga.

A cada ano, o movimento traz um tema para o centro da roda. Já foram discutidos feminismos e masculinidades, combate ao genocídio da população negra e combate ao ódio religioso. Neste ano, o coletivo optou por “O Sagrado é Plural e a Justiça Social é para Todos", por conta da polarização política no Brasil.


“Estamos em um momento difícil, de oposições e disputas e queremos construir diálogos e pontes. As disputas de uma dita forma única e correta vai contra a própria essência da generosidade de todo e qualquer sagrado, seja Deus, Buda, Orixá e outros, que nos aceitam de forma inclusiva e não seletiva Precisamos de justiça social e de um Brasil que seja para todos e não para o privilégio de alguns”, defende.

Crédito: Leo Ornelas


Sobre a Marcha do Empoderamento Crespo



A Marcha do Empoderamento Crespo, fundada em 2015, realizou 5 marchas no mês de novembro pelas ruas do centro de Salvador e já reuniu cerca de 30 mil pessoas. Suas atividades presenciais foram suspensas com a pandemia da covid-19. A retomada se deu neste ano com o projeto “Empodera”, que, de forma itinerante, realiza oficinas, rodas de conversa e apresentações artísticas em praças públicas de bairros periféricos como Calabetão, Periperi e Conjunto Pirajá.


Focado na formação política de mulheres e jovens negros, a comissão organizadora contabiliza a realização de mais de 300 atividades formativas de forma presencial e virtual no estado da Bahia.


“Contribuímos para interromper o ciclo de dor, baixa estima e rasuras nas identidades e autoestima da população negra. Para tanto, a base de nossa atuação é uma formação política estabelecida sobre princípios relacionados ao empoderamento que queremos e merecemos, tais como: saúde mental, autoestima, conhecimento, luta política, afeto e coletividade”, explica Naira Gomes.

SERVIÇO

O que: VI Marcha do Empoderamento Crespo – O Sagrado e os direitos são para Todos

Data: Sexta-feira, 28 de outubro

Horário: Concentração a partir das 14h

Local: Praça Campo Grande

Contato: 71 99140-8985 (Naira Gomes)


2 visualizações0 comentário