top of page

ILÊ AIYÊ REALIZA SEU 48º FESTIVAL DE MÚSICA NEGRA NO PELÔ


Foto: Divulgação


A 48ª edição do Festival de Música Negra do Ilê Aiyê acontece nesta quinta-feira (29), com a participação de Nelson Rufino e sua banda a partir das 19h no Largo Quincas Berro D’Água, Pelourinho. Das 60 canções inscritas nesta edição, 16 delas foram selecionadas como finalistas pelo júri e serão apresentadas durante a noite, que terá a Band’Aiyê como anfitriã.


As composições que chegaram à etapa final – oito da Categoria Tema e oito da Categoria Poesia – serão apresentadas ao vivo pelos seus autores ou intérpretes. Apenas seis delas sairão vencedoras, três de cada categoria, passando então a integrar o repertório do bloco.


O tema do Carnaval do Ilê Aiyê em 2023 é “Agostinho Neto – Kilamba, Manguxi, 100 anos do herói nacional de Angola”. O júri é formado por Mundão, design e compositor; DJ Branco, produtor, radialista, músico e ativista cultural; Graça Onashilê, cantora da Band’Aiyê; Juarez Mesquita, vocalista da Band’Aiyê e Dandha da Hora, cantora e dançarina.

O 48º Festival de Música Negra do Ilê Aiyê irá premiar com os valores de R$ 7 mil, R$ 6.000 e R$ 5 mil os três vencedores, respectivamente, da categoria Tema; e com R$ 6.000, R$ 5 mil e R$ 4.000 os três vencedores, respectivamente, da categoria Poesia.


Os vencedores também receberão o Troféu Pássaro Preto e duas fantasias do Ilê Aiyê para desfilar no bloco no Carnaval 2023.

O 48º Festival de Música Negra do Ilê Aiyê tem apoio cultural do ITS, Rádio Educadora, TVE, Pelô da Bahia, Secretaria de Cultura e Governo do Estado da Bahia.


AS 16 FINALISTAS


CATEGORIA POESIA


Músicas


É fantástico Ilê, de Jaelson Jack e Alessandro.

Ilê Aiyê, bacharel da cultura afro, de Edson Prodigio e Sergio Baleiro.

Preta Odara do Ilê Aiyê, de Fábio Esquivel e Bruno Leão.

Ilê Aiyê escola pra vida, de Josiel Teixeira Santos e André Lima.

É Logico, de Marco Boa Morte.

Ilê Aiyê, de novo, novamente, outra vez, de Shido.

Ilê não deixa, de Rita Mota.

Negros Revolucionários, de Dinho Barbosa, Ianara Castro, Sid Mancini e Cosme Silva.



CATEGORIA TEMA


Músicas


Retrato de uma nação, de Tica Mahatma e Tinga.

100 anos do herói, de Marcos Oliveira Bandolim.

Ao mestre com carinho, de Vinícius Lima e Juka Silva.

Herói de Angola Ilê Aiyê, de Fábio Esquivel e Bruno Leão. i

Luar de Luanda, de Julinho Magaiver e Rosselini Leite.

Havemos de voltar II, de Dico e Ed Silva.

Ilê Angola, de André Lima e Josiel Teixeira Santos.

O Libertador, de Joia Santos, Genivaldo Evangelista e Katia Show.



SERVIÇO:


48º Festival de Música Negra do Ilê Aiyê – Etapa Final


Local: Largo Quincas Berro D’Água

Dia: 29 de dezembro (quinta-feira)

Horário: 19h às 00h

Grade de Atrações: Band’Aiyê e convidados

Ingressos: 50,00 (meia promocional) / Inteira: 100,00

Vendas Antecipadas: https://www.bilheteriadigital.com / Na sede do Ilê Aiyê/ Restaurante Portal do Pelô


Fonte: https://portalsoteropreta.com.br/ile-aiye-realiza-seu-48o-festival-de-musica-negra-no-pelo/

0 visualização0 comentário
bottom of page