FILME BAIANO PARTICIPA DO MARCHÉ DU FILM NO FESTIVAL DE CANNES



Foto: Divulgação

O filme baiano “Saudade fez morada aqui dentro” está participando, de 17 à 24 de maio, no Marché du Film do Festival de Cannes, maior encontro de profissionais da indústria cinematográfica internacional. Durante o evento, o filme, que forma parte do line up da Habanero Film Sales, será apresentado a festivais, plataformas, canais e distribuidores. “Saudade fez morada aqui dentro” tem apoio financeiro do Governo da Bahia, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e Fundação Cultural do Estado, da Ancine, através Fundo Setorial Audiovisual, do Projeto Paradiso e do Dolby Institute.


“Saudade fez morada aqui dentro” é dirigido por Haroldo Borges e realizado pelo coletivo Plano 3 Filmes, formado ainda por Ernesto Molinero, Marcos Bautista e Paula Gomes, mesma equipe criativa de “Filho de Boi” e “Jonas e o Circo Sem Lona”.


Para Haroldo Borges, diretor, a presença do filme numa instância como o Mercado de Cannes, além de ampliar as oportunidades de negócios pensando na comercialização da obra, também traz visibilidade para o cinema produzido na Bahia.


“É uma grande conquista estarmos no Mercado de Cannes. É nesses grandes espaços de visibilidade internacional que nosso cinema baiano tem que estar. Temos esse desejo e todo o potencial do mundo para que nosso cinema seja como o acarajé. Reconhecido em todos os cantos, apreciado por todos e produzido em cada esquina da Bahia”.

O filme, que está em etapa de pós-produção, recebeu até então 11 prêmios em sessões work in progress de festivais internacionais, como o Prêmio de Melhor Projeto Latino-Americano do Festival de Málaga, o Prêmio WIP Paradiso do Festival de Guadalajara e o Prêmio da Conferência de Autoridades Audiovisuais e Cinematográficas de Iberoamérica no Mercado Ventana Sur.


“Saudade fez morada aqui dentro” conta a história de um menino de 15 anos, que sempre fez vista grossa para a violência e o preconceito gerado pela cultura machista em que está inserido. Mas uma doença degenerativa faz com que ele, pouco a pouco, perca a visão, colocando-o frente ao desafio de aprender com as diferenças a enxergar a vida com outros olhos.

O filme tem sua estreia prevista para o 2º semestre de 2022.



1 visualização0 comentário