top of page
site-sma.png

FESTA DE IEMANJÁ: UMA CELEBRAÇÃO DE FÉ E CULTURA




No dia 2 de fevereiro, baianos e turistas se reúnem às margens das praias do Rio Vermelho, em Salvador, para celebrar a Festa de Iemanjá, considerada uma das maiores manifestações da religião afro-brasileira no país.


Essa festividade, que mistura elementos religiosos e culturais, homenageia a orixá das águas e dos mares, Iemanjá. A festa é marcada por rituais, oferendas, danças e muita devoção.


Devotos de várias partes do Brasil e até do exterior viajam até a cidade para participar dessa importante celebração.


O evento é uma demonstração viva da sincretização religiosa no Brasil, pois Iemanjá é associada a Nossa Senhora dos Navegantes, figura venerada no catolicismo.



As comemorações começam na noite do dia 1º de fevereiro, quando grupos de pescadores e de devotos começam a circular pelo Rio Vermelho carregando presentes e oferendas para a Rainha das Águas.


História - A tradição da festa de Iemanjá no Rio Vermelho remonta à década de 1920.


A história conta que um grupo de pescadores começou a homenagear Iemanjá, oferecendo presentes e oferendas para garantir boa pesca e proteção durante as viagens no mar.

Com o tempo, a devoção a Iemanjá cresceu, e a celebração tornou-se uma grande festa popular, atraindo moradores locais e turistas.

Odoyá!

Kommentare


bottom of page