top of page
site-sma.png

FESTA DE BEMBE DO MERCADO : MAIOR CANDOMBLÉ DE RUA DO MUNDO, NO RECÔNCAVO DA BAHIA


Foto: Vinícius Xavier - Bembé 2014



Santo Amaro da Purificação, cidade de enraizada herança cultural afro-brasileira, vai novamente pulsar com vida durante a tradicional Festa de Bembe do Mercado, agendada para o dia 18 de maio. O evento comemora a resistência dos moradores do Recôncavo Baiano durante a guerra da Independência, simbolizando o 2 de julho, e é reconhecido como Patrimônio Cultural Nacional e Patrimônio Imaterial da Bahia.


Neste ano o Bembé do Mercado completa 135 anos de existência

Lúcia Bugarin

Ao longo de quatro dias, com destaque para o sábado, espera-se a presença de aproximadamente cinco mil pessoas. A participação no evento é gratuita, e a programação inclui palestras, lançamentos literários, concursos, cortejos, apresentações culturais e a presença de mais de 50 terreiros.

 

Desde as primeiras horas da manhã, o mercado pulsa com uma energia contagiante. Barracas coloridas exibem uma variedade de produtos locais, desde artesanatos até iguarias da culinária baiana.

 

O aroma tentador de acarajé e abará paira no ar, convidando os presentes a saborear os deliciosos quitutes preparados com amor e tradição. À medida que o sol se punha no horizonte, o ritmo dos tambores começa a ecoar pelas ruas estreitas da cidade.

Durante a noite, a Festa de Bembe do Mercado prosseguirá com celebração e devoção. Os participantes se entregam à dança, à música e às práticas religiosas, fortalecendo os laços comunitários e a identidade cultural de Santo Amaro da Purificação.



Foto: Alberto Buga


Tradição - O  Bembé do Mercado foi fundado pelo pai de santo de origem africana, João de Obá, em 13 de maio de 1889. Obá ganhou uma escultura na cidade. Instalada no Largo do Mercado, na região central, a obra passa a fazer parte do circuito turístico do município baiano, com visitação gratuita.



Foto: Laís Lima



O Bembé se caracteriza como uma obrigação religiosa destinada às divindades das Águas para agradecer e propiciar o bem-estar da coletividade. São três momentos cerimoniais: os ritos ligados ao fundamento da festa (as cerimônias para os ancestrais, o Padê de Exu, o Orô de Iemanjá e Oxum); o Xirê do Mercado e a entrega dos Presentes destinados a Iemanjá; e a Oxum, que reúnem mais de 40 terreiros de matrizes afro-brasileiras de várias nações nas ruas de Santo Amaro da Purificação.


Comments


bottom of page