top of page
site-sma.png

ESPAÇO MULTIUSO, MERCADO SÃO MIGUEL REÚNE SERVIÇOS, GASTRONOMIA E MÚSICA AO VIVO


Foto: Max Haack/Secom



Com pouco mais de dois anos de reconstruído, o Mercado São Miguel chama atenção não apenas pelo tamanho, mas pela sua multiplicidade de opções de boxes, serviços e restaurantes. São 4.460 m² de área - sendo 1.671 m² de espaço construído - onde é possível pagar contas e boletos bancários, adquirir produtos de artesanato, roupas e enfeites para casa. Se bater a fome, dá para almoçar saborosos pratos típicos da culinária baiana, incluindo moqueca, feijoada e assados, ou simplesmente pedir petiscos com uma cervejinha gelada de acompanhamento.


Na prática é um espaço multiuso, no coração da tradicional Baixa dos Sapateiros, que oferece uma gama de produtos a preços acessíveis. Entre as comodidades, o equipamento municipal dispõe de estacionamento gratuito, com vagas para até 30 veículos e um miniparque infantil, onde os pais podem deixar a criançada à vontade, para se divertir em brinquedos como escorregadeira, balanço e a Casa de Tarzan. A área é gramada e cercada com madeira de eucalipto.

Os restaurantes também estão entre os principais atrativos do mercado, atendendo um público diversificado, que vai desde turistas até trabalhadores e moradores do Centro Histórico e bairros adjacentes, como Nazaré e Saúde.


Às sextas e sábados, dá para aproveitar o som de bandas ao vivo, que se apresentam sempre no período das 13h às 17h, sem cobrança de couvert.


A novidade é uma iniciativa dos proprietários dos restaurantes do mercado, para animar os fregueses aos finais de semana.

Aos sábados, acontece uma roda de capoeira, a partir das 16h, na área dedicada especialmente à prática da arte-luta.


Culinária baiana – Há cinco estabelecimentos situados logo na entrada principal, com praça de alimentação para acomodar cerca de 150 pessoas.


Um deles é o Feijoada da Jú, onde é possível se deliciar com feijoada, cozido e dobradinha.

Carro-chefe do restaurante, a primeira feijoada serve de duas a três pessoas (porção grande) e tem como complementos carnes selecionadas, feijão preto, arroz, farofa, couve refogado e vinagrete. O cozido, para três pessoas, é outra iguaria imperdível do lugar e leva à mesa carnes, pirão, arroz, verduras e legumes selecionados.


Os dois pratos saem a R$70 cada.

Já a dobradinha, composta por carnes típicas, arroz, feijão branco e pimenta, é servida em prato feito (R$22) e tamanho médio para duas pessoas (R$40).


Conhecida franquia de cardápio nordestino na cidade, o Rei do Pirão também está presente no Mercado São Miguel. O prato executivo do pirão de aipim com fumeiro (serve uma pessoa) sai a R$26. Se a carne de sol for o acompanhamento, o valor é de R$34,90, enquanto que com camarão o preço é R$36,90. No cupim, como proteína, o cliente paga R$ 38,90.


O cardápio do restaurante, no entanto, vai além de iguarias feitos à base de mandioca. O público pode se esbaldar na feijoada defumada, sarapatel, yakisoba, sanduíche de costela, acarajé, abará, entre outros petiscos.

No restaurante Bistrô Nove, o cardápio traz uma variedade de pratos com a proposta de cativar clientes, através do sabor de comida afetiva. A rabada com agrião custa a partir de R$30, enquanto que o mininico de carneiro, a partir de R$18. O menu traz ainda mocofato (R$35), maniçoba (R$35), quiabada (R$22) e galinha caipira, que serve duas pessoas (R$85) e quatro (R$155).


O Boteco da Lora e Deco de Omolú complementam a lista de alternativas culinárias do mercado, trazendo sabores diversos como pratos de comida baiana, assado de boi, feijoada, ensopado de galinha, frango assado e bisteca. Os pratos custam em média R$25.

Artesanato e decoração – O Mercado São Miguel também é uma boa pedida para quem deseja comprar artigos decorativos e de vestuário.


Se a ideia é tornar o ambiente de casa mais harmonioso com a natureza, há estandes que vendem jarros de plantas e flores naturais a partir de R$7.

Já os adeptos de adereços brilhantes têm à disposição a Hera Joias, uma ourivesaria onde o consumidor pode pedir anéis e alianças de ouro e prata sob encomenda. O serviço custa entre R$100 a R$1,1 mil. Mas o local também comercializa semijoias folheadas, além de brincos a preços módicos de R$7.


Outros pontos comerciais do mercado têm como foco venda de artesanato. A Girassois Bordadx vende tops, saias de praias, biquínis, croppeds, bolsas e tapetes feitos em crochê, com peças a partir de R$ 50.


Nesta semana, parte dos permissionários realiza uma feira de empreendedorismo, expondo mercadorias logo na entrada do equipamento municipal.

O Mercado São Miguel ainda reúne quiosques com lanchonetes, ateliê de costura, bomboniere, loja de instrumentos percussivos artesanais e de serviços de informática.

Serviços públicos – Outro destaque é o SAC do Empreendedor, no pavimento superior do mercado. A estrutura, gerida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Renda (Semdec), oferta serviços públicos municipais como orientação, formalização, qualificação, regularização, apoio a empresários e linhas de crédito a futuros e atuais microempreendedores (MEIs). O funcionamento do espaço é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


O São Miguel abriga ainda uma casa lotérica, onde é possível pagar contas de luz, de água, boletos bancários diversos, fazer depósitos, saques e transações financeiras. Aos que sonham em ficar rico da noite para o dia, dá para arriscar a sorte num jogo da Mega Sena ou da Quina, por exemplo e, quem sabe, conquistar de lá um prêmio milionário.

Comments


bottom of page