EQUIPAMENTOS CULTURAIS DE SALVADOR TÊM CALENDÁRIO DIVERSIFICADO PARA A ALTA ESTAÇÃO


Fotos: Divulgação

A Prefeitura lançou nesta segunda-feira (5) uma programação diversificada que irá ocorrer nos espaços culturais envolvendo diversas manifestações artísticas nos próximos meses. A apresentação da programação para a imprensa e convidados foi realizada na Casa do Carnaval, no Pelourinho, e contou com a presença do subsecretário de Cultura e Turismo (Secult), Érico Mendonça, do titular da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, do diretor-geral do Centro Histórico, Gegê Magalhães, e da responsável pela Via Press, empresa gestora dos espaços culturais, Elaine Hazin.


A programação especial foi pensada para cinco espaços que devem atrair milhares de visitantes nos próximos meses, quando a expectativa é que o fluxo de turistas cresça na cidade. Os espaços são: Cidade da Música da Bahia (Comércio), Casa do Rio Vermelho, Casa do Carnaval da Bahia (Pelourinho), Espaço Pierre Verger de Fotografia Baiana e Espaço Carybé de Artes (Barra).

O calendário de ações tem início neste mês de setembro e seguirá até fevereiro. Parte do calendário, inclusive, é destinada a 16ª edição da Primavera dos Museus, temporada anual de eventos coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), com o objetivo de divulgar e valorizar os museus brasileiros e incentivar a visitação.


Para o subsecretário da Secult, Érico Mendonça, as ações que serão desenvolvidas nos espaços serão essenciais para a atração de visitantes aliado ao potencial que os locais já possuem.


"Com esta programação promovemos a dinamização dos nossos espaços culturais, principalmente neste período de setembro a fevereiro. A ideia é não apenas atrair a população da capital baiana, mas também trazer de volta aqueles turistas que já passaram pelos espaços, mas podem retornar para participar de novas atividades ", destacou.

CEO da Via Press, Elaine Hazin, explicou que cada mês terá um tema macro que vai permear a programação dos espaços culturais.


"Todos os espaços aqui são espaços vivos. Estamos vivendo um momento novo, de celebração da vida com as pessoas voltando a ocupar a cidade e agora em setembro a gente já começa com a primavera como tema dos espaços, exceto a Cidade da Música que celebra seu primeiro ano", pontuou.


Rio Vermelho – O lugar onde os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai moraram, A Casa do Rio Vermelho, terá uma série de ações contínuas nesta temporada. Exposições temporárias diferentes seguirão ao longo dos meses. Já neste mês haverá a reinauguração do jardim (e visitas guiadas no espaço); a série “Poesias na Primavera”, com leitura de poesias na casa; distribuição de mudas de plantas do memorial, bem como o “Papo de Jardim”, uma conversa com biólogas da UFBA, e Visita Guiada pelos Olhos Infantis.


Durante todos os finais de semana, o público infantil uma programação especial com a leitura contada do livro O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá e busca da rosa azul no jardim, a série de contação de histórias chamada de “Histórias da Vovó”; e a atividade de pintura de desenhos inspirados nas obras dos autores, chamada “Desenhos na Varanda”. Os Caçadores de Sapo é uma brincadeira que irá o público por um roteiro em que é apresentada a coleção de sapos artesanais de Jorge e Zélia Gattai. “Amados Amigos dos Livros” é um clube de leitura bimensal que tem início em outubro e reúne os membros para conversas e análises sobre os livros escolhidos.

Ainda em setembro, a Camerata da Osba se apresenta no Memorial. Para o Dia das Crianças, a programação é o projeto “A Bola e o Goleiro”, com golzinho e animador infantil. Domingueira com Café de Gabriela estreia a partir de novembro, com apresentações com música ao vivo nas manhãs de domingo. O calendário do mês traz o “Papo de Comida” com Paloma Amado. Em dezembro, uma oficina de cartinhas de Natal reúne as crianças. E, em janeiro, “Cultivando Registros - Fotos no Jardim” recebe amantes da fotografia nos jardins da casa. Confira mais novidades em https://www.instagram.com/casadoriovermelho.


Casa do Carnaval – Na Casa do Carnaval da Bahia o primeiro final de semana de cada mês vai ser de “Cine Carnaval”, sempre com filmes inspirados na festa, começando a partir de outubro, e com a presença de diretores e/ou atores da obra pra um bate-papo no final da apresentação. Toda quinta-feira do mês um professor de dança faz o “Mete Dança no Pôr do Sol”, uma aula aberta de dança no terraço.


No segundo final de semana de cada mês acontece o Camarote de Jogos e Artes, oficinas de jogos e artes com crianças. O terceiro final de semana dos meses que compreendem a temporada vai ser marcado pela oficina Musicalizando, com aulas de musicalização para crianças e bebês. Setembro contará também com a Oficina de Oratórios, a visita temática Flores do Carnaval, inspirada em mulheres marcantes do Carnaval de Salvador, e o Cortejo dos Ibejis, seguido de um caruru para celebrar o dia de São Cosme e Damião.

Cidade da Música – Já na Cidade da Música da Bahia o mês será marcado pela celebração do primeiro aniversário do museu e a comemoração começou no último domingo (4) com a estreia do Batalhas Musicais, que volta a acontecer no dia 18. O mês traz ainda um bate-papo com o historiador Rafael Dantas, sobre a História do Casarão de Azulejos, o Papo Sonoro especial com músicos e artistas que estão no acervo da casa, a Experiência Percussiva com Luizinho do Gêge, responsável pela costumização dos instrumentos da Sala de Percussão, a apresentação da Camerata Opus Lumen (OSBA) e visita guiada especialmente pelo curador Gringo Cardia, além de outras surpresas.


A programação de outubro celebra os 55 anos da Tropicália e o Dia das Crianças, com o projeto de musicalização infantil; uma Oficina de Rap e Trap para os pequenos e uma oficina guiada pelos olhos infantis. Na programação da temporada, o espaço realiza uma Oficina de Construção de Instrumentos, o Papo Sonoro (conversa com pessoas da cena da música baiana), o Música Viva, com música ao vivo no térreo da casa; Experiência Percussiva, com percussionistas convidados para aulas temáticas sobre instrumentos percussivos e visitas temáticas.

Espaços – Os fortes da Barra, que abrigam os espaços Pierre Verger de Fotografia Baiana e Carybé de Artes, terão uma programação integrada. Estão previstas feiras de artes, oficinas de fotografia, oficinas de artes para crianças, observatório de estrelas (Ouvir Estrelas), contação de histórias e visitas temáticas.


Dando as boas-vindas à primavera, no dia 22 (quinta-feira), o Espaço Pierre Verger de Fotografia Baiana lança o projeto “Fotograma”. A cada edição, um fotógrafo da casa vai falar sobre o seu processo criativo. Para a “Contação de História”, a inspiração será o livro Lendas Africanas dos Orixás, com fotografias de Pierre Verger e ilustrações de Carybé. A Visita de Compadres integra um circuito de mediação entre os dois espaços. O Forte das Artes promove uma oficina de artes nos espaços.

3 visualizações0 comentário