DA HEADSHOP AO DISPENSÁRIO: WORKSHOP ABORDA O FUTURO DO VAREJO DE MACONHA NO BRASIL


Foto: Divulgação

No domingo (30), às 13h, a educadora canábica Luna Vargas realiza em Salvador (BA) o workshop presencial “Da headshop ao dispensário: Como a educação pode mudar o futuro do varejo do Brasil”, e destina o valor arrecadado pelos ingressos às famílias das vítimas da chacina em Goiás


“As headshops (lojas de parafernália) são um dispensário em potencial. Elas vendem tudo, menos o recheio. E por isso tem um grande potencial para se adaptar e passar a vender a planta com o avanço das leis”, afirma a antropóloga e educadora canábica Luna Vargas, que realiza seu primeiro workshop presencial no Brasil neste domingo (30), às 13h, na tabacaria Isso é um cachimbo, em Salvador (BA).

Com vagas limitadas, o “Da headshop ao dispensário: Como a educação pode mudar o futuro do varejo do Brasil” destinará o valor arrecadado com ingressos às famílias dos quatro cultivadores mortos na semana passada pela polícia militar de Goiás. A chacina ocorreu na zona rural da cidade de Cavalcante, na região da Chapada dos Veadeiros, em uma chácara onde havia um plantio de cannabis.




Com experiência no varejo canadense de maconha, Luna Vargas é responsável pelo treinamento dos atendentes e pesquisa a qualidade e segurança dos produtos canábicos de um dispensário em Vancouver, no Canadá, além de ser fundadora da INFLORE, que oferece um curso de formação e treinamento em consultoria canábica para quem quer trabalhar na indústria.


Serviço:


“Da headshop ao dispensário: Como a educação pode mudar o futuro do varejo do Brasil”


Dia 30/1, às 13h

Na “Isso é um cachimbo”

Salvador-BA


R$ 150 — vagas limitadas.


Inscrições aqui.


Fonte: https://www.smokebuddies.com.br/workshop-da-headshop-ao-dispensario/

8 visualizações0 comentário