top of page
site-sma.png

CASAL BAIANO É SELECIONADO PARA EXPEDIÇÃO EXCLUSIVA NO ÁRTICO


FOTO: DIVULGAÇÃO

Eles foram aprovados em um programa de residência artística.


O casal de artistas Gabrielle Guido, 28, e Gabriel Vieira, 31, foi selecionado para participar de um programa no Ártico, região localizada no extremo norte do planeta. Eles foram aprovados no “The Arctic Circle”, programa de expedição e residência artística que reúne cientistas, arquitetos, educadores e artistas para explorarem o Oceano Ártico e produzirem conhecimento através de pesquisas, imagens e documentação sobre a área.


Para que essa experiência se torne possível, o casal lançou uma campanha de financiamento coletivo para cobrir parte dos custos. Para aqueles que desejam contribuir, existem contrapartidas de diversos valores, e as recompensas variam desde fotografias impressas e aulas de música dos artistas, até oficinas e sessões de consultoria com profissionais parceiros e amigos do casal.


Toda verba arrecadada será revertida para a participação no programa, e você pode saber mais sobre a campanha aqui.

Natural de Araguaína, cidade no interior do Tocantins, Gabrielle é baiana de coração, tendo se mudado ainda criança para Salvador. Além de fotógrafa, também é produtora.


“As residências são oportunidades muito importantes, e quando a gente se desloca para um outro lugar, isso ativa novas possibilidades de produção poética. É uma experiência muito diferente estar no mar, em uma fauna e flora tão diferente da nossa, mas que ao mesmo tempo estão totalmente conectadas”, afirma a artista.

Para Gabriel, que é musicista e hoje trabalha na marinha mercante, a oportunidade de participar de uma residência no Ártico compreende duas paixões.


“Por conta de problemas de saúde durante o curso de Composição e Regência na UFBA, precisei trancar a faculdade, o que me motivou a mudar de área. Eu sempre tive uma paixão muito grande pelo mar, pela vela e pela possibilidade de conhecer diferentes lugares que a navegação proporciona, e por isso decidi ingressar na marinha mercante e viver disso, mas sem deixar de lado meus estudos musicais”, conta o musicista.


FOTO: WILLIAN JUSTEN DE VASCONCELLOS

bottom of page