ARTISTAS BAIANAS LANÇAM SINGLE SOBRE VACINA E RELAÇÕES ABUSIVAS



"Vacinada", novo single de Lua Novaes e Thaisa do Brega, associa a Covid-19 com relacionamentos tóxicos


Com o tema da vacinação presente no cotidiano, o costume é falar sobre a Covid-19 em tempos de pandemia. Mas e se Lua Novaes e Thaísa do Brega te falassem como se prevenir também de relações abusivas? Essa é a mistura que as cantoras abordaram no lançamento do single “Vacinada”, já disponível em todas as plataformas musicais.



Dando seguimento à história de “Louca Por Você”, primeiro single de Lua, “Vacinada” é também a estreia da carreira de Thaísa. No pagode, com pitadas de arrocha, as artistas levantam pautas como relacionamentos tóxicos e a importância de se prevenir dos abusos impostos nessas relações. E não mediram esforços para associar o tema com o momento em que vivemos com o objetivo de conscientizar o público sobre prevenir-se aos dois males, as relações tóxicas e a Covid-19.


“Conversar sobre o relacionamento abusivo embriagadas de emoção dificilmente nos dará ferramentas para não viver isso novamente, muito provável que a vida nos coloque em situações que repetem o mesmo padrão, quase roteirizado”, afirmou Lua Novaes..

Lua completa que estar vacinada, como diz a música, é perceber que você pode e deve se auto responsabilizar pelo seu lugar de dor, criar mecanismos para sair de lá e evitar voltar:


“Aprendemos a lidar com a doença e criamos imunidade só depois de entrar em contato com o vírus, seja ele o corona ou abuso”.

O feat, que ganhará um clipe no próximo dia 23, conta ainda com uma campanha de conscientização à vacinação contra a Covid-19 pelas ruas de Salvador e nas redes sociais das cantoras, que interpretam as personagens Maria Gotona e Agente Especial de Saúde Mental.


Além de fortalecer a importância da prevenção à doença que causou a pandemia, as artistas também ensinam aos passantes, a coreografia do Tik-Tok da música. A ação das redes sociais já soma mais de 100 mil visualizações.


Para Thaís, só com imunização o corpo pode se proteger de agentes causadores de doenças, traumas e violências de todos os tipos e proporções.


“Desses aí [agentes] tem de tudo que é jeito: em forma de vírus, em forma de relacionamentos te oprimindo, tem em forma até de parente!”, finaliza a cantora.




2 visualizações0 comentário