APÓS NOVE ANOS, SALVADOR VOLTARÁ A RECEBER BIENAL DO LIVRO EM 2022


Fotos: Betto Jr./Secom


De volta à capital baiana após nove anos, a Bienal do Livro Bahia será realizado nos dias 10 a 15 de novembro, no Centro de Convenções Salvador, na Boca do Rio. Os detalhes do evento foram apresentados nesta sexta-feira (14), no CCS, com as presenças do prefeito Bruno Reis, da diretora da GL Events Exhibitions, Tatiana Zaccaro, e do curador da Bienal, Schneider Carpegiani, dentre outras autoridades.


O evento terá 150 marcas expositoras, investimento de pouco mais de R$5 milhões e expectativa de ver 80 mil pessoas circulando pelos três espaços de convivência disponibilizados pelo evento: Café Literário, a Arena Jovem e o Espaço Infantil.

O evento, que conta com o apoio municipal por meio das secretarias de Cultura e Turismo (Secult) e da Educação (Smed), além da Fundação Gregório de Mattos (FGM), recebe as curadorias dos jornalistas Josélia Aguiar, Schneider Carpeggiani e Mira Silva.


O prefeito Bruno Reis celebrou o retorno de grandes eventos culturais para a cidade, em especial no Centro de Convenções. Até o final do ano, o equipamento vai movimentar cerca de R$1 bilhão com eventos de diversas origens, todos baseados no chamado turismo de negócios e oportunidades.


"Quando concebemos a construção deste espaço (CCS), o objetivo era ter em Salvador um equipamento que pudesse mobilizar eventos estratégicos como a Bienal do Livro Bahia, que volta a acontecer após quase uma década. Sei da importância de um evento como este para estimular na cidade a cultura da leitura, que é importante para nossa formação como cidadão e para a formação de nossos jovens. Esse evento vai mobilizar também nossa rede municipal de Educação, tanto com a Bienal Itinerante, indo até as escolas, como a visita dos alunos e professores neste espaço para participar dessa grande feira", disse Bruno Reis.

Sobre a Bienal Itinerante, o prefeito anunciou que, ao menos duas unidades da rede municipal de ensino receberão prepostos do evento, apresentando um pouco do que a atração principal apresenta. Já no próprio CCS, a intenção é de que o local receba 5 mil alunos de escolas municipais. Para estimular ainda mais o hábito da leitura, serão distribuídos R$20 em crédito para alunos e R$60 para professores.


“Será um verdadeiro sucesso, pois há grande expectativa na cidade para a realização deste evento. São esperadas pessoas de outras cidades da Bahia e do Nordeste, que virão para buscar participar dos painéis com grandes escritores. Nos cinco dias de Bienal, Salvador será promovida em todo o Brasil, através dessa imersão no mundo literário", finalizou.

Edições anteriores – A Bienal do Livro Bahia terá mais de 70 horas de conteúdo produzido por mais de 100 autores e personalidades convidados. Entre 1996 e 2013, quando era regularmente realizada a cada dois anos, mais de 2 milhões de pessoas passaram das edições.


“A Bienal é um tipo de evento basilar, que incentiva e motiva o hábito da leitura, fomentando o mercado editorial e impulsionando a economia. Para isso, é fundamental contar com um espaço como o novo Centro de Convenções Salvador”, declara Tatiana Zaccaro, Diretora da GL Events Exhibitions, empresa que administra o espaço.
1 visualização0 comentário