top of page
site-sma.png

42ª NOITE DA BELEZA NEGRA VAI HOMENAGEAR CENTENÁRIO DE MÃE HIDA JITOLU


Foto: Divulgação/André Frutuoso


No próximo dia 28 de janeiro, a partir das 20h, na Senzala do Barro Preto, o bloco afro Ilê Aiyê realiza a 42ª Noite da Beleza Negra, com roteiro e direção geral do dramaturgo, diretor teatral e roteirista baiano Elísio Lopes Jr.


Com o tema “Iroko é Liberdade – Um espetáculo para festejar o tempo”, a festa irá homenagear os centenários de Mãe Hida Jitolu, matriarca do Ilê Aiyê, e de Agostinho Neto, herói nacional de Angola. A proposta é fazer um espetáculo de música preta brasileira.

A cantora, compositora e dançarina Nara Couto vai começar as apresentações, seguida pelo grupo As Sublimes, com Isabel Filardis, Lilian Valeska, Karla Prietto, em sua formação original.


"Para nós, muito além do concurso, essa noite aponta direções, pautas e estéticas da arte preta. Os artistas querem esse palco, comemoram quando são convidados, doam seu ofício. E nós honramos essa responsabilidade. É a história do Ilê e a nossa colaboração criativa para o enaltecimento da nossa cultura preta e da nossa ancestralidade.”, comenta Elísio Lopes Jr.

Duas vozes potentes da música baiana se apresentarão juntas no palco Senzala do Barro Preto: Patrícia Gomes e Alobened, que cantarão com a Band’Aiyê.


A apresentação da 42ª Noite da Beleza Negra é de Arany Santana, Val Benvindo e Sandro Telles. O trio conduzirá o desfile das candidatas, chamando uma a uma no palco para se apresentar e conquistar o voto do júri e do público.


Esta edição da Noite da Beleza Negra é pioneira em inaugurar a presença de uma finalista trans, a esteticista Laís de Araújo Ferreira, de 26 anos.

Homenagem


A noite também será de homenagens: o centenário da matriarca do Ilê Aiyê, Mãe Hilda Jitolu será reverenciado com leitura de texto pelo ator Sulivã Bispo, canto da multi-instrumentista mirim Lilica Rocha e balé solo da coreógrafa e professora de dança Edilene Alves, deusa do Ébano de 2009, que fará uma interação com a representação do orixá Omolu.


O herói nacional de Angola, Agostinho Neto também terá seu centenário lembrado, com o ator Diogo Lopes Filho. Agostinho Neto tornou-se o primeiro presidente de Angola em 1975, após sua militância em prol da libertação de Angola. Ele é tema do Carnaval do Ilê este ano.


A 42ª Noite da Beleza Negra marca a despedida da atual rainha Gleicy Ellen Teixeira que, em caráter inédito, reinou por três anos devido a não realização do concurso por dois anos consecutivos de pandemia.

Além da Banda Aiyê, a banda Afrocidade vai animar a noite e celebrar a vitória da nova Rainha do Ilê Aiyê.


SERVIÇO:


42ª Noite da Beleza Negra


Onde: Senzala do Barro Preto – Rua Direta do Curuzu, s/n, Liberdade

Quando: 28 de janeiro

Horário: A partir das 20h.

Atrações musicais: Band’Aiyê e Afrocidade



Comentários


bottom of page